Quarta-Feira, 17 de Maio de 2017
Fonte:Polícia Civil | Polícia Civil

Homem que estava foragido foi preso por equipes do GAB

Divulgação

 

Após duas semanas de investigação, uma ação da Polícia Civil, que contou com a participação do  Grupo de Operações Especiais – GT3 e do Grupo Antirroubo a Bancos – GAB, impediu o roubo a um terminal de auto atendimento bancário localizado no interior de um supermercado no Setor Vera Cruz em Aparecida de Goiânia, na noite do dia 13.
Durante a ação, dois autores resistiram a ação e efetuaram disparos de arma de fogo contra os policiais, que revidaram a injusta agressão, atingindo o conduzido Geovanio Gomes da Silva (22) e o menor P.P.S. (17) que foi socorrido ao Hospital de Urgências de Goiânia – HUGO, mas não resistiu aos ferimentos, vindo a óbito.
Um terceiro suspeito empreendeu fuga, sendo preso na data de ontem (16/05/2017) por equipes do GAB. Trata-se de Adriano Silva Guimarães, vulgo “AD”, que foi capturado no Setor Norte Ferroviário em Goiânia.
Com os suspeitos foram apreendidas duas armas de fogo e um veículo roubado. Eles foram autuados por latrocínio tentado, associação criminosa, porte ilegal de arma de fogo, receptação e posse de drogas e estarão sujeitos a uma pena que pode ultrapassar os 30 anos de reclusão.
Adriano, apontado pelas investigações como o chefe da associação criminosa, é um antigo conhecido do Grupo Antirroubo a Bancos, já tendo sido preso e autuado em diversas oportunidades por crimes em face a instituições financeiras, sendo que durante sua última prisão, em 2013, “AD” foi capturado na posse de artefatos explosivos e farto armamento, dentre eles um fuzil.
Registros criminais:
1. Geovanio Gomes da Silva: homicídio e tráfico de drogas.
2. P.P.S.: roubo qualificado e receptação.
3. Adriano Silva Guimarães: roubo a banco, associação criminosa, porte de arma de fogo de uso restrito, receptação, posse de explosivos.

Após duas semanas de investigação, uma ação da Polícia Civil, que contou com a participação do  Grupo de Operações Especiais e do Grupo Antirroubo a Bancos, impediu o roubo a um terminal de auto atendimento bancário localizado no interior de um supermercado no Setor Vera Cruz em Aparecida de Goiânia, na noite do dia 13.

Durante a ação, dois autores resistiram a ação e efetuaram disparos de arma de fogo contra os policiais, que revidaram a injusta agressão, atingindo Geovanio Gomes da Silva de 22 anos e um menor de 17 anos que foi socorrido ao Hospital de Urgências de Goiânia – HUGO, mas não resistiu aos ferimentos, vindo a óbito.

Um terceiro suspeito empreendeu fuga, e foi preso ontem (16) por equipes do GAB. Adriano Silva Guimarães, foi capturado no Setor Norte Ferroviário em Goiânia. Com os suspeitos foram apreendidas duas armas de fogo e um veículo roubado. Eles foram autuados por latrocínio tentado, associação criminosa, porte ilegal de arma de fogo, receptação e posse de drogas e estarão sujeitos a uma pena que pode ultrapassar os 30 anos de reclusão.

Adriano, apontado pelas investigações como o chefe da associação criminosa, é um antigo conhecido do Grupo Antirroubo a Bancos, já tendo sido preso e autuado em diversas oportunidades por crimes em face a instituições financeiras, sendo que durante sua última prisão, em 2013, foi capturado na posse de artefatos explosivos e farto armamento, dentre eles um fuzil.

 

 


Copyright © 2013 Rede Goiânia de Rádio e Televisão Ltda - tvgoiania.com.br. Todos os direitos reservados. Tel: 62 32408200